CCSP WEB

  • Os 10 anos do Prêmio de Aquisição Os 10 anos do Prêmio de Aquisição até 10/8 - Foto: Divulgação

 

EXPOSIÇÕES - Aberturas

II Mostra do Programa de Exposições 2014

de 2/8 a 26/10
abertura: dia 2/8, sábado, às 15h
A II Mostra do Programa de Exposições 2014 apresenta as individuais simultâneas dos artistas Alexandre Brandão, Vitor Butkus, Zed Nesti e Shima. Em paralelo, Mônica Nador expõe um projeto recente a convite da Curadoria de Artes Visuais.
Terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Entrada franca - sem necessidade de retirada de ingressos
Piso Caio Graco

aviso No dia da abertura, haverá visita guiada com os artistas e críticos do Programa de Exposições do CCSP

saiba mais Clique aqui e leia, a cada semana, um texto crítico sobre a obra de um dos artistas participantes da II Mostra

seta subir

 

Os anos de chumbo

O imaginário dos 50 anos do Golpe

de 14/8 a 12/10
coordenação: Ana Maria Rebouças - curadoria: Ana Maria Rebouças (teatro) e Maria Cristina Lopes Coelho (dança) - arte: Divisão de Informação e Comunicação | Olivia Locatelli (coordenação), Solange Azevedo, Yeda Gonçalves de Oliveira, Adriane Bertini, Edmarcio Silva - plotagem: Tipografia Visual - suporte de pesquisa e digitalização de imagens: Divisão de Acervo, Documentação e Conservação | Edney Brito, Flávia Palladino, Joyce Porto, Marina de Siqueira Pozzoli, Roberto Diem, Victor Matheus Fernandes de Santana
Esta exposição abarca a produção de teatro e dança durante o período de vigência do Ato Institucional nº 5, o AI-5 (1968-1979), que entregou o país às forças mais retrógradas, violentas e obscurantistas de nossa história. A exposição Os anos de chumbo será instalada progressivamente, com painéis adesivados nos vidros do CCSP a partir do mês de agosto, até completar-se, com a conclusão de cinco alas: 1. Teatro de Agressão contra a Institucionalização do Estado Autoritário, 2. Os Estertores da Resistência, 3. Os Novos Dramaturgos da Geração de 1969 e Uma Homenagem aos Mestres Plínio Marcos, Oduvaldo Vianna Filho e Gianfrancesco Guarnieri; 4. As Feridas Expostas no Palco; 5. Teatro, Música, Dança e a Ópera do Fim do Milagre Econômico. A maior parte dos documentos pertence ao acervo de teatro e dança do Arquivo Multimeios do CCSP. Os anos de chumbo dá prosseguimento à proposta expositiva do projeto O imaginário dos 50 anos do golpe, que se iniciou em abril com a exposição Fora do sistema, sobre a produção artística nos anos de abertura política.
Terça a sexta, das 10h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 22h
Entrada franca - sem necessidade de retirada de ingressos
Área de convivência e Espaço Flávio Império (Foyer)

seta subir

 

Exposição de Ikebana

de 28 a 31/8
abertura: dia 28/8, quinta, às 20h30
A Associação de Arte Floral Kado Iemoto Ikenobo da América do Sul, em parceria com o CCSP, realiza, de 28 a 31 de agosto, a exposição anual de Ikebana. Desde a primeira mostra, realizada em 1990, foram executados a cada ano inúmeros temas, fazendo com que a exposição de Ikebana passasse a fazer parte da programação de atividades anuais do Centro Cultural Este ano o tema é Uma Flor, Uma Emoção. Ou seja, por meio de uma flor queremos proporcionar um momento de paz, tranquilidade e respeito e que assim ela possa afagar o nosso atribulado dia a dia, cada vez mais cheio de obrigações e preocupações.
Sexta, das 10h às 20h; sábado e domingo das 10 às 18h
Entrada franca - sem necessidade de retirada de ingressos
Praça Mário Chamie (Bibliotecas)

Oficina de Ikebana
dias 30 e 31/8 - sábado e domingo - 14h30
Trata-se de um pequena prática de como manusear as flores, para que você tenha a oportunidade de montar um arranjo.
Piso Flávio de Carvalho

Oficina de Shodô (caligrafia japonesa)
dia 31/8 - domingo - 16h30
Com um pincel, os participantes terão a oportunidade de praticar o ideograma japonês.
Piso Flávio de Carvalho

seta subir

 

EXPOSIÇÕES - Em andamento

Os 10 anos do Prêmio de Aquisição

até 10/8
A exposição compõe-se de obras premiadas ao longo de 10 anos do Prêmio de Aquisição do Edital do Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo. Com ela iniciamos uma reflexão sobre a qualidade e adequação deste processo de Premiação estabelecido em 2003.
Deste modo damos continuidade a várias questões muito importantes que foram levantadas por todos os curadores, críticos e artistas envolvidos neste Programa. Além do mais, potencializamos este momento em que a Curadoria de Artes Visuais reestrutura o Edital, suspendendo o prêmio aquisitivo, para melhor avaliar a evolução histórica dos seus processos curatoriais e compreender a relação com o novo lugar que o Programa ocupa nas atuais dinâmicas culturais da cidade. A exposição debruça-se sobre a função deste Prêmio ao incorporar aquisições e doações recentes de obras de artistas contemporâneos à Coleção de Arte da Cidade.
Terça a sexta, das 10h às 20h; sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h
Entrada franca - Sala Tarsila do Amaral

seta subir

 

Quadrinhos na Copa

até 10/8
O Brasil está em clima de Copa do Mundo e as histórias em quadrinhos também estão. A Gibiteca Henfil entra em campo e expõe uma seleção de quadrinhos que mostram que a bola também rola na "nona arte". Histórias sobre o futebol, atletas que viraram personagens e os quadrinhos que influenciaram o mundo da bola estão presentes nesta exposição em homenagem ao principal torneio de futebol do mundo.
Terça a sexta, das 10h às 20h; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h
Entrada franca - Gibiteca Henfil

seta subir

 

Ibaré Lewá

até 31/8
A expressão iorubana Ibaré Lewá – que significa amizade bonita – dá nome ao trabalho artístico de investigação cultural feito em um dos vários candomblés do Estado de São Paulo. O processo de criação das obras ocorreu a partir de pesquisas realizadas na casa de candomblé Àse Egbé Òmò Yoba Tunde, com a Ialorixá Maria Helena de Yoba, na região de Pirituba, São Paulo. Após o período de aprofundamento cultural, Claire Jean , Erica Azeviche, Gabriel Nascimbeni e Guilherme Godoy produziram ensaios fotográficos sobre os orixás. A produção de fotografias e videoperformances combinam cores, paramentos e a imaginação antropomórfica dos orixás Exu, Oxóssi, Obaluaiê, Xangô, Logunedé, Oxum, Obá e Nanã. A instalação artística traz alguns objetos que são rotineiros na casa de candomblé pesquisada, como palhas da costa, cabaças, pilões, sementes, conchas, esteiras, folhas, trajes, louças, além de montagens atribuídas aos orixás das fotografias e dos orixás Ifá, Ogun, Iemanjá, Oiá e Oxalá. A configuração dos materiais instalados está disposta na ordem em que esse candomblé apresenta seus orixás. Porém, as peculiaridades, qualidades e variedade dos orixás não cabem nesta ou noutra exposição, pois a sabedoria candomblecista existe na experiência não cabendo em legendas.
Terça a sexta, das 10h às 20h, sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h
Entrada franca - Piso Flávio de Carvalho

obs Projeto realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura, Programa de Ação Cultural – ProAC 2014.

seta subir

 

Nordeste Reinventado na Imagem Gravada

até 12/10
curadoria: Bené Fonteles
A mostra procura compreender pela vasta iconografia da xilogravura nordestina - com mais de um século de atuação gráfica - como o artista popular do Nordeste pode criar um extraordinário acervo de imagens e com ele construir um rico imaginário que relevou uma região em suas amplas nuances culturais e políticas, econômicas e religiosas. Da tradição à contemporaneidade, de Mestre Noza a Francisco de Almeida, de J. Borges a Samico, a exposição é composta de cerca de 200 xilogravuras dos artistas populares aos contemporâneos totalizando 25 gravadores: Stênio Diniz, Gilvan Samico, José Lourenço, Francisco de Almeida, Mestre Noza, João Pedro do Juazeiro, J. Borges, Costa Leite, Elias Santos, Abraão Batista, Dila, Nilo, Airton Laurindo, Fracorli, José Altino, Expedito da Silva, Naldo, Manoel Inácio, Cícero Lourenço, Antônio Celestino, Amaro Francisco, Ciro Fernandes, Minelvino Silva, Enéas e Waldêredo Gonçalves.
Terça a sexta, das 10 às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10 às 18h
Entrada franca - Piso Caio Graco

obs O curador doará grande parte das xilogravuras da mostra à Coleção de Arte da Cidade do CCSP

seta subir

ícone facebook
ícone twitter
ícone enciar e-mail
ícone imagens
ícone audio
ícone webrádio
ícone vídeo
destaque
ícone saiba mais
ícone veja também
ícone aviso
ícone obs
audiodescricao
libras
ícone download
endereço eletrônico
ícone inscrições abertas
sem necessidade de inscrição
ícone inscrições encerradas
selecionados
facebook
twitter
boletim
imagens
áudio
lab.rádio
vídeo
destaque
saiba mais
veja também
aviso
obs
audiodescrição
libras
download
www ou email
oficinas
abertas
oficinas com inscrição
inscrições
encerradas
selecionados
 

Divisão de Informação e Comunicação - Direção
Márcio Yonamine

Coordenação do Site
Marcia Dutra

Conteúdo online
Márcia Dutra, Juliene Codognotto, Vinícius Máximo, Sabrina Haick

Imagens - Núcleo de Fotografia do CCSP
Edição de imagens: Sossô Parma
Fotógrafos: Sossô Parma e João Mussolin

Materiais impressos
Projeto gráfico: Adriane Bertini e Solange Azevedo
Edição de textos: Camile Rodrigues Aragão Costa
Revisão: Paulo Vinicio de Brito

Layout e manutenção
Web design: Edmarcio da Silva
Estagiário: Mel Schultz Videira

LabRádio
Coordenação: Ângela Volcov
Produção: Rita Lorenzato
Coordenação técnica: Eduardo Neves
Estagiária: Camila Matos

LabVídeo
Coordenação e edição de vídeo: Alessandro Santos Nascimento
Captação de imagens: Celso Toquetti, José Amador Martins e Laís Cristina Franco Gomes
Estagiária: Sofia Zocch