CCSP WEB

  • A luz da ilusão A luz da ilusão O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Depois da tempestade Depois da tempestade O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Ninguém pode saber Ninguém pode saber O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Nossa irmã mais nova Nossa irmã mais nova O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • O que eu mais desejo O que eu mais desejo O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Pais e filhos Pais e filhos O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Seguindo em frente Seguindo em frente O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda
  • Festival Anima Mundi 2017 Festival Anima Mundi 2017 de 25 a 30/7
 
 
 
 

 

 

CINEMA

Spcine no CCSP

A programação de cinema do Centro Cultural São Paulo faz parte do Circuito SPCine, que tem como objetivo ampliar a oferta de espaços para exibição de filmes, levando a experiência do cinema a todas as regiões da capital paulista. O valor dos ingressos para as sessões será de R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Consulte condições especiais na bilheteria do cinema e a programação no site oficial no Circuito Spcine

seta subir

 

Cinema na Biblioteca
Criançada

de 8 a 29/7 - sábados - 12h
Uma programação de filmes e curtas infantis especialmente elaborada para a diversão das crianças durante as férias.

Biblioteca Sérgio Milliet
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

dia 8/7- sábado

12h
Goonies
(1985, 101min, digital, aventura)
elenco: Sean Astin, Josh Brolin, Corey Feldman
Os prédios de um bairro serão demolidos, forçando a mudança de todos os residentes do local. Um grupo de garotos resolve organizar uma cerimônia de despedida e descobre um legítimo mapa do tesouro, capaz de torná-los ricos e evitar a destruição de suas casas. São os Goonies, que resolvem partir em uma grande aventura.

aviso A sessão do dia 8/7 acontecerá excepcionalmente na Sala Lima Barreto

 

dia 15/7 - sábado

12h
Kubo e as cordas mágicas
(Kubo And The Two Strings, 2016, 102min, digital, aventura)
elenco: Charlize Theron, Art Parkinson, Ralph Fiennes
Kubo vive uma vida normal e tranquila em uma pequena vila no Japão com sua mãe. Até que um espírito vingativo do passado muda completamente sua vida, ao fazer com que todos os tipos de deuses e monstros o persigam. Agora, para sobreviver, Kubo terá de encontrar uma armadura mágica que foi usada pelo seu falecido pai, um lendário guerreiro samurai.

 

dia 22/7 - sábado

12h
Sessão Curtas de Animação
(100min, digital, infantil)
Sessão de curtas animados que seleciona os melhores trabalhos de grandes estúdios como Disney (Sinfonias Ingênuas), Pixar e produções independentes.

 

dia 29/7 - sábado

12h
As aventuras de Azur e Asmar
(Azur et Asmar, 2006, 99min, digital, aventura)
elenco: Hiam Abbass, Patrick Timsit, Sofia Boutella
Os meninos Azur e Asmar foram criados juntos pela mesma mulher, Jenane. Azur é loiro, tem olhos azuis e é filho de um nobre. Já Asmar tem olhos e cabelos pretos e é filho de Jenane, ama-de-leite que cuida de Azur. Eles cresceram como irmãos, até serem separados quando Jenane parte com o filho. Asmar cresce ouvindo as histórias da mãe sobre a lendária Fada dos Djins e, quando se torna adulto, decide partir à sua procura, contando com a ajuda do andarilho Crapoux. É quando Azur e Asmar se reencontram, agora não mais como irmãos, mas como rivais na busca da Fada.

seta subir

 

O extraordinário comum - os filmes de Hirokazu Kore-eda

de 18 a 23/7
Os filmes de Hirokazu Kore-eda retratam de forma tocante e lírica os lados mais íntimos da relação familiar no Japão contemporâneo. Ao invés de focar em grandes eventos dramáticos, Kore-eda delicadamente apresenta os pequenos gestos e a rotina doméstica para evocar toda profundidade dos personagens que formam o núcleo familiar. Trabalhando com pequenos momentos da vida de suas personagens (slice-of-life), o diretor consegue extrair grandes performances de seus atores dentro de uma estética naturalista que reflete seus primeiros trabalhos como documentarista. Esta mostra faz um recorte que seleciona um dos temas mais importantes para o diretor: a família.

Sala Lima Barreto (99 lugares)
R$2,00 - a bilheteria será aberta uma hora antes do início de cada sessão para a retirada de ingressos, que não estarão disponíveis pela internet

Programação

dia 18/7 - terça

17h
Seguindo em frente

19h30
A luz da ilusão

 

dia 19/7- quarta

17h
O que eu mais desejo

19h30
Pais e filhos

 

dia 20/7 - quinta

17h
Ninguém pode saber

20h
Depois da tempestade

 

dia 21/7 - sexta

15h
Seguindo em frente

17h15
A luz da ilusão

19h30
Nossa irmã mais nova

 

dia 22/7 - sábado

15h
Ninguém pode saber

17h30
Palestra com Thais Fujinaga, sobre elementos estruturais e estilísticos de filmes que extraem sua força de eventos cotidianos e situações familiares

19h30
Depois da tempestade

 

dia 23/7 - domingo

15h
Pais e filhos

17h30
Nossa irmã mais nova

20h
O que eu mais desejo

Sinopses e fichas técnicas

Depois da tempestade
(Umi yori mo Mada Fukaku, 2016, 120 min, DCP, drama)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Hiroshi Abe, Yoko Maki, Kirin Kiki
O Japão está prestes a receber o 23º tufão do ano. A matriarca Yoshiko, uma mulher idosa que mora sozinha, recebe a visita de dois filhos que não costumam ir à sua casa: Ryota, um escritor fracassado que ainda sofre com o divórcio e se arrisca fazendo bicos de detetive, e a filha mais velha, que tenta passar por exemplo da família, mas também tem seus problemas. Juntos, eles aguardam a chegada do tufão e relembram a morte recente do pai e marido.

A luz da ilusão
(Maborosi, Japão, 1995, 110min, digital)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Makiko Esumi, Takashi Naitô, Tadanobu Asano
O marido de uma jovem mulher aparentemente comete suicídio sem qualquer aviso ou razão, deixando sua esposa e filha sozinhas. Yumiko se casa novamente e se muda para uma pequena vila de pescadores em Osaka. Ainda assim, ela busca o significado de solidão no mundo.

Ninguém pode saber
(Dare mo shiranai, 2005, 141min, 35mm, drama)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Yûya Yagira, Ayu Kitaura, Hiei Kimura
Quatro irmãos mudam-se com sua mãe para um pequeno apartamento em Tóquio, sendo que todos têm pais diferentes. As crianças nunca foram à escola e apenas o filho mais velho entra caminhando normalmente no novo apartamento, com os outros chegando escondidos em malas. Ninguém pode ficar sabendo que mais de três pessoas vivem ali, sob o risco de serem expulsos. Tudo vai bem até que, um certo dia, a mãe vai embora, deixando para o filho mais velho, Akira, de 12 anos, um bilhete e um pouco de dinheiro. Começa então o duro processo de amadurecimento precoce de Akira.

Nossa irmã mais nova
(Umimachi Diary, Japão, 2016, 127min, DCP)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Haruka Ayase, Masami Nagasawa, Kaho
Sachi, Yoshino e Chika são irmãs e vivem juntas em uma casa que pertence à família há tempos. Apesar de não verem o pai há 15 anos, elas resolvem ir ao seu enterro. Lá conhecem a adolescente Suzu Asano, sua meia-irmã. Logo as três irmãs convidam Suzu para que more com elas. O convite é aceito e, a partir de então, elas passam a conviver juntas e aprendem os pontos sensíveis relacionados ao pai em comum.

O que eu mais desejo
(Kiseki, Japão, 2012, 128 min, DCP)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Koki Maeda, Ohshirô Maeda, Ryôga Hayashi
Vencedor do Prêmio do Júri no Festival Internacional de Cinema de San Sebastián com o melhor roteiro, O que eu mais desejo traz a história de Koichi e Ryunosuke, dois irmãos separados pelo divórcio dos pais.

Pais e filhos
(Soshite Chichi ni Naru, Japão, 2013, 120min, DCP)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Masaharu Fukuyama, Machiko Ono, Rirî Furankî
Esta é a história de um grande homem de negócios, obcecado pelo dinheiro e pelo sucesso. Sua vida sofre uma grande transformação quando ele descobre que está criando o filho de outro homem há seis anos, já que seu filho biológico foi trocado por engano na maternidade.

Seguindo em frente
(Aruitemo aruitemo, 2009, Japão, 115min, digital)
direção: Hirokazu Kore-eda - elenco: Hiroshi Abe, Yui Natsukawa
A família Yokoyama se reúne anualmente em memória de seu filho mais velho, Junpei, que morreu afogado ao tentar salvar a vida de outro garoto. Os dois outros filhos remanescentes, agora crescidos, trazem suas próprias famílias para visitar seus pais idosos num belo dia de verão. Reunidos na casa grande e aconchegante que todos conhecem bem, a família brinca e se alegra, mas também compartilha lembranças e tristezas, que reacendem mágoas antigas e fazem a tensão crescer no ambiente.

seta subir

 

Festival Anima Mundi 2017

de 25 a 30/7
O evento, que foi criado em 1993, leva o título de segundo maior festival de animação das Américas, e todos os anos reúne diversos artistas e várias produções. O Anima Mundi começou no Rio de Janeiro e cinco anos depois foi realizado em São Paulo, passando a acontecer também em Brasília, Belo Horizonte e Curitiba. É uma festa que celebra intensamente a linguagem que cria novos sonhos e projeta realidades ainda não imaginadas para o ser humano: a animação. Foi essa ideia que motivou a criação do Festival Anima Mundi.

Diversos espaços do CCSP
grátis - a bilheteria será aberta uma hora antes do início de cada sessão para a retirada de ingressos, que não estarão disponíveis pela internet – cada pessoa poderá retirar até dois ingressos

Confira a programação completa no site oficial do festival

seta subir

 

Cinema Português Contemporâneo

de 3 a 12/8
O CCSP e a Spcine prepararam uma mostra de filmes portugueses contemporâneos em conjunto com o Instituto Camões e o Consulado português. Serão exibidos filmes inéditos no Brasil, com diretores renomados em festivais internacionais, além de uma retrospectiva do diretor Miguel Gomes.

Sala Lima Barreto (99 lugares)
R$2,00 - a bilheteria será aberta uma hora antes do início de cada sessão para a retirada de ingressos, que não estarão disponíveis pela internet

Programação

dia 3/8 - quinta

15h
Bobô

17h
Gelo

19h15
Aquele querido mês de agosto

 

dia 4/8 - sexta

15h30
A cara que mereces

17h30
Os gatos não têm vertigens

20h
Tabu

 

dia 5/8 - sábado

15h30
A corte do norte

17h45
Alentejo, Alentejo

19h45
Operação Angola

 

dia 6/8 - domingo

16h
Treblinka

17h
As mil e uma noites: Volume 1, o inquieto

19h45
As mil e uma noites: Volume 2, o desolado

 

dia 8/8 - terça

15h30
Terra de ninguém

17h
A costa dos murmúrios

19h45
As mil e uma noites: Volume 3, o encantado

 

dia 9/8 - quarta

16h
A um mar de distância

17h30
Tabu

20h
A última vez que vi Macau

 

dia 10/8 - quinta

16h
Curtas João Salaviza

18h
Via de acesso

20h
As mil e uma noites: Volume 1, o inquieto

 

dia 11/8 - sexta

15h
Morrer como um homem

17h30
As mil e uma noites: Volume 2, o desolado

20h
A cara que mereces

 

dia 12/8 - sábado

15h
As mil e uma noites: Volume 3, o encantado

17h30
Treblinka

19h30
Via de acesso

Sinopses e fichas técnicas

A um mar de distância
(2016, 53min, Bluray)
direção: Pedro Magano
Ninguém sabe quantos portugueses morreram na pesca do bacalhau durante o Estado Novo. Sepultados no mar, ou em terras longínquas, esses homens foram deixados para trás, esquecidos pelo país que glorificava, durante a Ditadura, o papel deles no regresso de Portugal ao mar. Mas em 1966, um realizador canadiano filmava “The White Ship”, um documentário que nos mostra o funeral de um pescador português, vítima de uma tempestade, e que ficou sepultado em St. John’s, no Canadá. Do destino de muitos pescadores pouco ou nada sabemos. Mas no caso de Dionísio Esteves, esse filme fixou para sempre uma memória do seu local de sepultura, permitindo que agora, em 2015, o seu túmulo se transformasse num memorial que glorifica a todos os pescadores portugueses que lá jazem.

Alentejo, Alentejo
(2013, 98min, DCP)
direção: Sérgio Tréfaut
Depois do reconhecimento internacional do fado, Portugal apresentou, em 2013, a candidatura do cante alentejano a Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade da UNESCO. Neste documentário, Sérgio Tréfaut leva o espectador a uma viagem pelo interior do Alentejo, onde se descobrem as paisagens, tradições e modo de vida dos seus habitantes. Uma das mais interessantes tradições nascidas a Sul do Tejo está no cante alentejano, um coro polifônico entoado habitualmente por grupos de homens de todas as idades, embora existam também alguns grupos femininos. Criado nas tabernas ou nos campos de cultivo, atravessou as fronteiras da região que lhe deu origem. Com o passar do tempo apareceram novos grupos na periferia de Lisboa, acentuando o cante como a expressão de uma identidade própria e de uma vontade de regressar às origens.

Aquele querido mês de agosto
(2008, 150min, DVD)
direção: Miguel Gomes - elenco: Sónia Bandeira, Fábio Oliveira, Joaquim Carvalho
Em Portugal, o mês de agosto é marcado por uma série de festividades, com apresentações de grupos musicais tradicionais e outras atividades típicas. Apenas com o desejo de fazer um filme sobre o assunto, o diretor parte com sua equipe em busca de um roteiro e de atores dispostos a interpretar os personagens. Enfrentando diversas dúvidas e a falta de dinheiro, é criada a história de um triângulo amoroso formado por um homem, sua filha e o primo da moça.

Bobô
(2013, 80min, Bluray)
direção: Inês Oliveira - elenco: Paula Garcia, Aissatu Indjai
Depois da morte do irmão, Sofia isolou-se num velho apartamento onde viveu toda a vida. Para auxiliá-la nas tarefas domésticas e nos cuidados com o filho, chega Mariama, uma jovem guineense. Apesar da aparente tranquilidade, Mariama vive atormentada com o ritual da mutilação genital feminina a que Bobô, a sua filha pequena, está prestes a ser submetida. Para poder ajudá-las, Sofia se vê obrigada a sair, finalmente, da reclusão…

A cara que mereces
(2004, 88min)
direção: Miguel Gomes - elenco: José Airosa, Gracinda Nave, Sara Graça
O filme gira em torno de Francisco, um professor à beira de uma claustrofobia emocional com a crise dos 30 anos, que tenta se convencer do dogma: “Até os 30 anos, tem-se o rosto que Deus deu; depois disso, tem-se o rosto que se merece”. Na data do aniversário, Francisco adquire sarampo, fica de quarentena e se vê induzido a uma série de questionamentos cômicos de sua infância.

A corte do norte
(2008, 122min, DCP)
direção: João Botelho - elenco: Ana Moreira, Rogério Samora, Ricardo Aibéo
Esta é a história de Emília de Sousa, a maior atriz que o teatro português conheceu nos finais do séc. 19, que abandonou a carreira para se casar com o rico madeirense Gaspar de Barros e transformar-se na baronesa Madalena do Mar. Tão bela quanto Sissi, a imperatriz da Áustria, com quem conviveu no inverno de 1860/61, decidiu construir um mistério que perdurou por quatro gerações e por mais de um século. Ana Moreira, a protagonista, interpreta Sissi e as mulheres das quatro gerações da família: Rosalina/Emília, Águeda e Rosamund. Realizado por João Botelho e adaptado do romance homônimo de Agustina Bessa-Luís, o filme retoma um projeto antigo do malogrado realizador José Álvaro Morais (1943-2004).

A costa dos murmúrios
(2004, 115min, DVD)
direção: Margarida Cardoso - elenco: Beatriz Batarda, Carla Bolito, Monica Calle
No final dos anos 1960, Evita chega a Moçambique para se casar com Luís, um estudante de matemática. Ela rapidamente nota que Luís já não é o mesmo e que, perturbado pela guerra, transformou-se num triste imitador do seu capitão, Forza Leal. Quando os homens partem para uma grande operação militar no Norte, Evita fica sozinha e, no desespero de tentar compreender o que modificou Luís, procura a companhia de Helena, a mulher de Forza Leal. Submissa e humilhada, Helena é prisioneira em sua casa, onde cumpre uma promessa. É ela quem revela a Evita o lado negro de Luís... Perdida num mundo que não é o seu, Evita se dá conta da violência de um tempo colonial à beira do fim. Realizado por Margarida Cardoso, o filme é uma adaptação do romance homônimo de Lídia Jorge, que aborda um momento ainda doloroso e com muitas feridas abertas da História de Portugal.

Os gatos não têm vertigens
(2014, 124min, DCP)
direção: António Pedro Vasconcelos - elenco: José Afonso Pimentel, Nicolau Breyner, Joaquim Leitão
Apesar dos seus 18 anos, Jó é já um rapaz desencantado com a vida. Proveniente de uma família disfuncional, criado com pouco afeto e compreensão, acabou por se deixar influenciar pelas piores companhias do bairro. Rosa, com 73 anos, é uma mulher frágil e bondosa que se debate com a incapacidade de lidar com o recente falecimento de Joaquim, com quem partilhou quase toda a vida. Depois de uma discussão violenta, Jó é expulso de casa pelo pai e se refugia no terraço de Rosa, onde decide passar a noite. Na manhã seguinte, a velha senhora descobre o rapaz e decide acolhê-lo em sua casa. Entre os dois nasce uma enorme cumplicidade que, apesar de incompreendida por todos, torna-se cada dia mais forte e verdadeira.

Gelo
(2016, 105min, Bluray)
direção: Luís e Gonçalo Galvão Teles - elenco: Ivana Baquero, Afonso Pimentel, Albano Jerónimo
Um filme dramático em ambiência fantástica e que reflete sobre a vida, o amor e a imortalidade, e que conta com a assinatura do realizador Luís Galvão Teles, em parceria com o seu filho Gonçalo. Filme de abertura da edição de 2016 do Fantasporto, é uma das 15 obras selecionadas para integrar a Official Narrative Feature Competition, a principal competição do Festival Cinequest (EUA).

As mil e uma noites: Volume 1, o inquieto
(2015, 2015min, DCP)
direção: Miguel Gomes - elenco: Miguel Gomes, Crista Alfaiate, Carloto Cotta
Um cineasta foge durante o processo de realização de seu novo filme e, ao ser capturado, não tem outra saída a não ser repetir o que fez Xerazade em "As Mil e Uma Noites", em que precisava contar uma história diferente a cada noite para não ser degolada pelo rei, seu marido - no caso em questão, os algozes são os demais integrantes da equipe de filmagens. Desta forma, ele passa a apresentar narrativas baseadas na crise vivida por Portugal entre os anos de 2013 e 2014. Os contos deste volume são "O Homem de Pau Feito", "A História do Galo e do Fogo" e "O Banho dos Magníficos".

As mil e uma noites: Volume 2, o desolado
(2015, 131min, DCP)
direção: Miguel Gomes - elenco: Crista Alfaiate, Joao Pedro Benard, Chico Chapas
Aprisionado por sua própria equipe de filmagens, o diretor Miguel Gomes segue contando histórias fantasiosas e pitorescas inspiradas na crise econômica vivida por Portugal entre os anos de 2013 e 2014. Os contos deste volume são "Crônica de Fuga de Simão 'Sem Tripas'", "As Lágrimas da Juíza" e "Os Donos de Dixie".

As mil e uma noites: Volume 3, o encantado
(2016, 125min, DCP)
direção: Miguel Gomes - elenco: Crista Alfaiate, Carloto Cotta, Chico Chapas
Após tantas histórias, Xerazade não sabe se ainda conseguirá agradar o Rei por outras noites. Ela deixa o palácio disposta a conhecer o mundo exterior e, ao retornar, conta a história de uma comunidade de homens em Lisboa que ensinavam os pássaros a cantar. Os contos deste episódio são "Xerazade", "O Inebriante Canto dos Tentilhões" e "Floresta Quente".

Morrer como um homem
(2009, 134min, Bluray)
direção: João Pedro Rodrigues - elenco: Fernando Santos, Gonçalo Ferreira de Almeida, Chandra Malatitch
O filme começa com a deserção de um soldado e caminha até o auge de uma terrível crise de identidade. Um transformista homossexual chamado Tonia passa por momentos difíceis, e tenta apagar qualquer vestígio da sua vida passada como homem. Enfrentando a etapa final da sua carreira nos palcos, ele ainda tem que lidar com os problemas de se ter um amante mais novo e um filho problemático.

Operação Angola
(2015, 120min, DCP)
direção: Diana Andringa
Em Junho de 1961, cerca de 60 estudantes das então colônias portuguesas - entre os quais os ex-presidentes de Cabo Verde e Moçambique, Pedro Pires e Joaquim Chissano, e os ex-primeiros-ministros de Angola e Moçambique, Fernando Van Dunen e Pascoal Mocumbi - fugiram clandestinamente de Portugal para escapar da repressão da polícia política da ditadura portuguesa, a PIDE.

Sessão de curtas - João Salaviza
(Bluray)
Uma sessão destinada aos curtas do diretor João Salaviza. Serão exibidos Arena (2009), Rafa (2012) e Cerro Negro (2012).

Tabu
(2012, 110min, 35mm)
direção: Miguel Gomes - elenco: Teresa Madruga, Laura Soveral, Ana Moreira
Aurora é um senhora temperamental que divide o andar de um prédio em Lisboa com sua empregada cabo-verdiana e uma vizinha dedicada a causas sociais. Quando Aurora morre, as outras duas passam a conhecer um oculto episódio do seu passado Uma história de amor e crime vivida na África e que mostra o início do fim do império de Portugal no continente africano.

Terra de ninguém
(2013, 72min, Bluray)
direção: Salomé Lamas
Paulo oferece retratos sublimados das crueldades e paradoxos do poder, assim como das revoluções que o depuseram, apenas para erguer novas burocracias, novas crueldades e paradoxos. O seu trabalho como mercenário encontra-se na franja desses dois mundos.

Treblinka
(2016, 76min, Bluray)
direção: Sérgio Tréfaut
Dentro de um trem que percorre os países da antiga União Soviética, uma voz feminina e uma masculina leem as memórias de um sobrevivente da Segunda Guerra Mundial que foi obrigado a trabalhar no campo de concentração de Treblinka e colaborar com a morte de dezenas de milhares de judeus.

A última vez que vi Macau
(2013, 1h41min, Bluray)
direção: João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata - elenco: Cindy Scrash, João Rui Guerra da Mata, João Pedro Rodrigues
Guerra da Mata recebe um e-mail de uma amiga que não tinha notícias há muito tempo, avisando que ela havia partido para Macau. Ela contava ainda que mais uma vez tinha se envolvido com os homens errados, mas dessa vez as consequências foram mais graves: Um grande amigo seu havia sido assassinado durante um jogo aparentemente inofensivo. Depois disso, ela sentia que coisas estranhas e misteriosas estavam acontecendo e pressentia ser a próxima vítima. Uma ficção com alguns elementos de documentário que trata do confronto entre a atualidade e a memória de Macau da década de 1970.

Via de acesso
(2008, 82min, DVD)
direção: Nathalie Mansoux
Os últimos habitantes da Azinhaga dos Besouros, na periferia de Lisboa, não têm direito a serem incluídos no “Plano Especial de Realojamento”. Vivem a demolição do seu bairro, onde será construída uma via rápida.

seta subir

 

Vingança - o novo cinema coreano

de 15 a 20/8
Não é de agora que a indústria cinematográfica sul-coreana tem se destacado internacionalmente pela indiscutível qualidade de seus filmes. Diretores como Hong-jin Na (O lamento), Jee-Woon Kim (O gosto da vingança), Chan-Wook Park (A criada) e Joon-Ho Bong (O hospedeiro) já deixaram sua marca no ocidente com verdadeiros blockbusters, mas que se estendem em suas filmografias importantes e significativas para compreender o sentimento social dos sul-coreanos. Mesmo sendo um país “pacifista” com uma forte campanha de desarmamento, possui uma longa história de conflitos internacionais marcados por guerras e invasões que resultam em um posicionamento violento, retratado em todos os filmes com crimes, criaturas sanguinárias, assassinatos a sangue frio e tortura.

Sala Lima Barreto (99 lugares) - 18 anos
R$2,00 - a bilheteria será aberta uma hora antes do início de cada sessão para a retirada de ingressos, que não estarão disponíveis pela internet

Programação

dia 15/8 - terça

14h30
Memórias de um assassino

17h
O lamento

20h
A criada

 

dia 16/8 - quarta

14h30
O homem de lugar nenhum

17h
O hospedeiro

19h30
O caçador

 

dia 17/8 - quinta

14h30
O gosto da vingança

17h
O caçador

19h30
Eu vi o diabo

 

dia 18/8 - sexta

14h30
Memórias de um assassino

17h10
Eu vi o diabo

20h
Mr. Vingança

 

dia 19/8 - sábado

14h30
O hospedeiro

17h
Mar sangrento

20h
A criada

 

dia 20/8 - domingo

14h30
Mother - a busca pela verdade

17h10
O homem de lugar nenhum

19h30
O lamento

Sinopses e fichas técnicas

O caçador
(Chugyeogja, 2008,125min, digital, suspense)
direção: Hong-jin Na - elenco: Yun-seok Kim, Jung-woo Ha, Yeong-hie Seo
Desde que abandonou o trabalho como policial, Joong-ho trabalha como cafetão. Ele começa a ficar preocupado quando algumas de suas prostitutas desaparecem. Todas as pistas levam a um único homem, com quem todas as mulheres desaparecidas se encontraram. O suspeito é facilmente detido e admite todos os seus crimes, mas os problemas de Joong-ho estão apenas começando: ele tem apenas algumas horas para encontrar provas que mantenham o assassino na cadeia, senão ele será liberado.

A criada
(Agassi, 2016, 150min, DCP, suspense)
direção: Chan-Wook Park - elenco: Kim Min-Hee, Kim Tae-Ri, Ha Jung-Woo
Coreia do Sul, anos 1930. Durante a ocupação japonesa, a jovem Sookee é contratada para trabalhar para uma herdeira nipônica, Hideko, que leva uma vida isolada ao lado do tio autoritário. Só que Sookee guarda um segredo: ela e um vigarista planejam desposar a herdeira, roubar sua fortuna e trancafiá-la em um sanatório. Tudo corre bem até que Sookee aos poucos começa a compreender as motivações de Hideko.

Eu vi o diabo
(Akmareul boatda, 2010, 142min, cópia digital, suspense)
direção: Jee-Woon Kim - elenco: Byung-Hun Lee, Min-sik Choi, Oh San-ha
Existe um psicopata sanguinário à solta na Coreia do Sul. Jang Kyung-chul mata qualquer pessoa para obter carne humana. A polícia tenta capturá-lo por décadas, sem sucesso. Quando a noiva de Soo-hyun, um agente secreto, é assassinada por esse homem, o agente decide procurar sozinho pelo responsável. O encontro entre os dois homens ocorre rapidamente, mas Soo-hyun decide que a morte não é suficiente: será preciso torturá-lo, muitas vezes, para que sinta todo o mal que causou.

O gosto da vingança
(Dal kom han in-saeng, 2005, 120min, digital, suspense)
direção: Jee-Woon Kim - elenco: Byung-Hun Lee, Jung-Min Hwang, Yu-mi Jeong
O chefe de uma gangue suspeita que a sua namorada está tendo um caso com outro homem. Para resolver a questão de uma vez por todas ele decide enviar o seu braço direito e melhor matador para lidar com o caso. Com a missão de eliminar a moça, Sunwoo, no entanto, começa a ter dúvidas sobre a operação e isso é algo que pode colocar sua vida em risco.

O homem de lugar nenhum
(Ajeossi, 2010, 120min, DCP, suspense)
direção: Jeong-beom Lee - elenco: Won Bin, Kim Sae-Ron, Hee-won Kim
A única ligação que o ex-agente Cha Tae-shik tem com o resto do mundo é uma menina, Jeong So-mi, que vive nas proximidades. Sua mãe, Hyo-jeong, que é contrabandista de drogas numa organização, confia a Tae-shik todo seu produto, mas sem que ele saiba o que é. Quando os traficantes descobrem, eles sequestram Hyo-jeong e So-mi. A gangue promete libertá-los se Tae-shik fizer uma entrega para eles. No entanto, nada é tão simples quanto parece, até que o ex-agente descobre que eles estão numa enrascada.

O hospedeiro
(Gwoemul, 2006, 120min, cópia digital, suspense)
direção: Joon-Ho Bong - elenco: Song Kang-Ho, Hie-bong Byeon, Doona Bae
Na beira do rio Han moram Hie-bong e sua família, donos de uma barraca de comida no parque. Seu filho mais velho, Kang-du, tem 40 anos, mas é um tanto imaturo. A filha do meio é arqueira do time olímpico coreano e o filho mais novo está desempregado. Todos cuidam da menina Hyun-seo, filha de Kang-du, cuja mãe saiu de casa há muito tempo. Um dia surge um monstro no rio, causando terror nas margens e levando com ele a neta de Hie-bong. Em busca da menina, os membros da família decidem enfrentar o monstro.

O lamento
(Goksung, 2016, 156min, DCP, suspense)
direção: Hong-jin Na - elenco: Do-Won Kwak, Hwang Jeong-min, Chun Woo-hee
Um vilarejo pacífico começa a testemunhar assassinatos cruéis cometidos pelos moradores. Os criminosos parecem estar fora de si e as autoridades desconfiam que talvez tenham consumido cogumelos venenosos. No entanto, o inspetor de polícia Jong-Goo suspeita que os casos tenham uma origem sobrenatural, ligada a um forasteiro que acaba de chegar ao local. Enquanto investiga o homem suspeito, percebe que sua filha pode ser vítima do ataque.

Mar sangrento
(Hwanghae, 2011, 140min, DCP, suspense)
direção: Hong-jin Na - elenco: Yun-seok Kim, Ha Jung-Woo, Jo Seong-Ha
Um motorista de táxi da região de Yanji, na fronteira com a Coreia do Norte, Rússia e China, está passando por momentos de extrema tensão. Sem esperanças de reencontrar sua esposa, que precisou ir para a Coreia trabalhar, ele acaba aceitando uma proposta perigosa de um homem: trabalhar como um assassino de aluguel para conseguir colocar sua vida em ordem.

Memórias de um assassino
(Salinui chueok, 2003, 130min, cópia digital, suspense)
direção: Joon-Ho Bong - elenco: Song Kang-Ho, Kim Sang-kyung, Hie-bong Byeon
Em 1986, na Coreia do Sul, uma jovem muher é encontrada morta, com marcas de tortura. Os detetives Park Doo-Man e Cho Yong-koo ficam responsáveis pelo caso, o segundo assassinato de uma mulher na cidade. Sem avançar na investigação, os dois não apresentam qualquer suspeita e terão de trabalhar com outro detetive, Seo Tae-Yoon, que está convencido de que é um caso de assassinatos em série. Quando uma terceira mulher é vítima do bandido, os detetives começam a encontrar pistas que os levarão até o assassino.

Mother - a busca pela verdade
(Mother, 2009, 130min, DCP, suspense)
direção: Joon-Ho Bong - elenco: Kim Hye-Ja, Won Bin, Ku Jin
Uma mulher viúva cuida sozinha de seu filho único, Do-joon. Este homem de 28 anos, ingênuo e infantil, costuma se comportar de maneira inconsequente, dependendo com frequência da atenção materna. Um dia ele é acusado do assassinato de uma adolescente, mas parece sequer compreender a acusação que enfrenta. Diante da incompetência do advogado encarregado de defendê-lo, a mãe parte em busca do verdadeiro assassino para provar a inocência de seu filho.

Mr. Vingança
(Boksuneun naui geot, 2002, 129min, cópia digital, suspense)
direção: Chan-Wook Park - elenco: Song Kang-Ho, Shin Ha-Kyun, Doona Bae
Ry é surdo-mudo. Sua adorada irmã precisa com urgência de um transplante de rim. Na ausência de doadores compatíveis, Ryu recorre ao mercado negro, mas é trapaceado e perde todas suas economias, bem como o próprio rim. Ryu então é convencido por sua namorada a sequestrar a filha de 4 anos do empresário Dong-Jin para custear a cirurgia de transplante. Mas o plano não funciona como esperado: a irmã de Ryu se suicida e a menina raptada morre afogada. Sem outros motivos para viver, Dong-Jin e Ryu vão preparar implacáveis planos de vingança um contra o outro.

seta subir

 

veja também Quer se apresentar no CCSP e nos equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo? Clique aqui para saber como enviar sua proposta

veja também Quer estrear seu filme no CCSP? Conheça o projeto Janela Aberta, iniciativa da curadoria de audiovisual do CCSP que visa a abrir espaço para o lançamento de produções independentes que não encontram janela dentro do circuito comercial

ícone facebook
ícone twitter
ícone enciar e-mail
ícone imagens
ícone audio
ícone webrádio
ícone vídeo
destaque
ícone saiba mais
ícone veja também
ícone aviso
ícone obs
audiodescricao
libras
ícone download
endereço eletrônico
ícone inscrições abertas
sem necessidade de inscrição
ícone inscrições encerradas
selecionados
facebook
twitter
boletim
imagens
áudio
lab.rádio
vídeo
destaque
saiba mais
veja também
aviso
obs
audiodescrição
libras
download
www ou email
oficinas
abertas
oficinas com inscrição
inscrições
encerradas
selecionados
 

Divisão de Informação e Comunicação
Direção: Márcio Yonamine
Coordenação: Juliene Codognotto

Conteúdo online
Álvaro Olintho, Danilo Satou, Márcia Dutra, Vinícius Máximo e Sabrina Haick

Imagens - Núcleo de Fotografia do CCSP
Edição de imagens: Sossô Parma
Fotógrafos: João Mussolin, João Silva e Sossô Parma

Materiais impressos
Projeto gráfico: Adriane Bertini ,Solange Azevedo e Yeda Gonçalves
Edição de textos: Camile Rodrigues Aragão Costa, Danilo Satou e Emi Sakai
Revisão: Paulo Vinicio de Brito

Layout e manutenção
Web design: Edmarcio da Silva

Ateliê sonoro
Mediação: Marta Fonterrada e Rodrigo Taguchi
Coordenação técnica: Eduardo Neves

Narrativas CCSP
Coordenação: Chicão Santos
Captação: Celso Toquetti, Giovanni Belleza, José Amador Martins e Thaís Orchi
Edição: Chicão Santos, Giovanni Belleza e Thaís Orchi

Marcia Dutra
Coordenadora do Site  - 11 3397.4066
Divisão de Informação e Comunicação
Rua Vergueiro 1000   -   CEP 01504-000   tel 3397 4002
Paraíso São Paulo – SP