CCSP WEB

  • Folhetaria aberta
  • Mirada interior

 

ARTES VISUAIS E EXPOSIÇÕES

Conexões - Médicos Sem Fronteiras

de 26/7 a 14/8
A exposição fotográfica Conexões reúne 72 imagens que sintetizam o trabalho da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF). As fotografias são divididas entre os temas conflito armado, desastres, refugiados e Brasil. Há registros feitos em mais de 20 países, incluindo Afeganistão, Haiti, Iêmen, República Centro-Africana e Síria. A mostra também conta com imagens interativas que, por meio de óculos infravermelhos, o visitante poderá ver pessoas atendidas por MSF em evidência. A organização Médicos Sem Fronteiras atua em situações de conflito armado, epidemias, desastres naturais e com populações sem nenhum acesso a cuidados de saúde, sem discriminação de etnia, religião ou convicção política e de forma independente de poderes políticos e econômicos.
curadoria e expografia: Vanessa Poitena - designers: Verônica Coachman Viszla e Caio Sumiya (imagens interativas)

terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h - livre - Piso Flávio de Carvalho
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

veja também Veja imagens aqui

seta topo

 

Oficina Botânica Ordinária

dias 19 e 21/7 - terça e quinta - das 14h às 17h
Como parte da residência realizada em 2015 no espaço da Folhetaria, o projeto Oficina Botânica Ordinária na Folhetaria do CCSP será um laboratório experimental de desenho e gravura botânica. Por meio de noções básicas de observação científica, os participantes serão incentivados a construir herbários para a secagem de plantas e elaborar uma pequena coleção botânica. Utilizando-se de instrumentos e práticas experimentais, poderão ainda constituir fichas com informações sobre as características da coleta. Após essa etapa, serão realizados procedimentos de desenho de observação e carimbos a partir dos modelos botânicos coletados, além de criação de projetos de jardins para os espaços verdes do Centro Cultural São Paulo.
com: Bruno O. e Victor Tozarin

180min - livre - Folhetaria e Jardins do CCSP
grátis - sem necessidade de inscrição ou retirada de ingressos

seta topo

 

 

Jogos de Armar

dia 17/7 - domingo - das 14h às 17h
Jogos de Armar é uma proposta de intervenção multimídia do coletivo Tralha e se constitui como uma plataforma que propõe costurar relações entre as pessoas e a cidade. Provoca o público a participar dos jogos e sair de seu percurso habitual, fazendo-o voltar para a cidade com uma nova percepção de espaço. A intervenção, que é dividida nos módulos Volantes, Encaixes, #Colagem, Caça-palavras e Invólucros, explora as diferentes áreas externas e internas do CCSP, relacionando arte e mídia, consumo e meio ambiente, cidade e arquitetura. No dia 17, será realizada a atividade Encaixes e Mídia Móvel - intervenções com mediação dos artistas.

Espaço Flávio Império (Foyer)
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

veja também Atividades em agosto: dia 12/8, sexta, das14h às 17h: Produção de Invólucros aberta ao público (Folhetaria), e dia 14/8, domingo, das 14h às 17h: Ação Encaixes e Mídia Móvel (Jardim Suspenso - lado Vergueiro)

seta topo

 

Comics. Que paixão! Mestres dos quadrinhos italianos dos anos 50 aos dias de hoje

de 6/7 a 14/8
A exposição tem a finalidade de celebrar e apresentar a escola que, ao longo dos anos, foi uma das melhores na produção de histórias em quadrinhos. Ao contrário do que aconteceu em outros países, desde os anos 1930, ao lado dos diversos personagens que chegavam dos Estados Unidos introduzindo muitos temas, como ficção científica, aventura, noir, cômico, desenvolveu-se na Itália uma escola de artistas que ao longo dos anos criou personagens e histórias que já nos anos 1950 começaram a ser exportadas e traduzidas em dezenas de países estrangeiros.
parceria: Istituto Italiano di Cultura - curadoria: Maurizio Scudiero (arquiteto e historiador da arte)

terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h - livre - Espaço Mário Chamie (Praça das Bibliotecas)
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

seta topo

 

Como um conto chamado jazz - Fotografias de Pino Ninfa

de 6 a 31/7
A exposição compõe-se de 20 fotografias de renomados festivais de jazz e de outras manifestações musicais feitas pelo fotógrafo italiano Pino Ninfa. Trata-se de um trabalho de pesquisa que se inspira no jazz para contar, por meio das imagens, as emoções, as visões, os pontos de vista muito particulares que, ao longo dos anos, formaram o estilo de Ninfa.

terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h - livre - Piso Flávio de Carvalho
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

seta topo

 

Não estou sozinho

de 25/6 a 21/8
A exposição Não estou sozinho é composta de obras do projeto de mesmo nome realizado por André Penteado em Londres entre os anos de 2009 e 2012. A partir da experiência traumática do suicídio de seu pai, em 2007, o artista produziu, em conjunto com pessoas que conheceu num grupo de apoio a familiares de suicidas na capital inglesa, as séries fotográficas e os vídeos que agora são expostos pela primeira vez em São Paulo.

terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h - livre - Piso Flávio de Carvalho
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

veja também Atenção: Por motivos técnicos, a visitação à exposição Não estou sozinho está interrompida temporariamente.

seta topo

 

Ateliê Aberto na Folhetaria
Edital Ocupação Folhetaria do Centro Cultural São Paulo 2016

de 3/6 a 25/11 - sextas, das 13h30 às 17h30 e das 18h às 22h
O projeto Ateliê Aberto na Folhetaria se baseia num modelo de espaço livre, em que são abordadas técnicas básicas de utilização, limpeza e manutenção dos equipamentos e noções de desenho gráfico, composição e edição. Durante o semestre serão apresentadas técnicas de serigrafia, xilogravura, tipografia e offset, além de outras mais simples como a monotipia e processos diversos de transferência de imagem. Haverá, ainda, espaço para exposição e discussão dos processos vivenciados e workshops mensais. Trata-se de um curso sem inscrição, com livre fluxo de público e que conta com um cronograma base, flexível e cíclico.
com: Camila Krantz e Helena Sa Motta (oficineiras)

240min - 12 anos - 30 vagas - Folhetaria (30 vagas)
grátis - atividade sem necessidade de inscrição

seta topo

 

Grandes obras inspirando novas ideias
Oficina modelo-vivo

de 3/6 a 2/12 - sextas - às 14h30
A oficina visa a oferecer aos participantes condições de elaborar desenhos de forma livre, a partir da observação do corpo humano, suas formas anatômicas e pontos de equilíbrio. A abordagem apresenta as poses retratadas em obras de arte referenciais como inspiração para variações e releituras, despertando a criatividade e a reflexão. Os participantes podem ou não ter iniciação artística. As oficinas são abertas ao público, com acesso livre ou frequência regular.
com: Pedro Paulo Cândido e Vera França (modelos-vivos)

120min - livre - Diversos espaços do CCSP
grátis - sem necessidade de inscrição

veja também No dia 10/6 a aula será no Espaço Oficinas
veja também Próximas aulas: dia 1º/7 (Sala de Ensaio II), de 8/7 a 26/8 (Espaço Oficinas), de 2/9 a 4/11 (Sala de Ensaio II), de 11 a 18/11 (Piso Flávio de Carvalho) e de 25/11 a 2/12 (Espaço Oficinas)

seta topo

 

Desenho de observação

dias 11, 18 e 25/5 e 1º, 8, 15, 22 e 29/6 - quartas - 14h30
A oficina apresenta propostas de atividades voltadas ao desenho de observação pelo espaço do Centro Cultural, utilizando-se de diversas técnicas e materiais. O objetivo é aproximar os participantes desta prática em conjunto com reflexões sobre o ato de desenhar. Em cada encontro será apresentada uma proposição nova para se trabalhar o desenho.
coordenação: Caio Righi e Isabella Finholdt

150min - 12 anos - Sala da DACE (25 vagas, por ordem de chegada)
grátis - sem necessidade de inscrição

seta subir

 

Arte pela democracia

de 13/5 a 10/7
A exposição Arte pela democracia apresenta cerca de 200 cartazes criados e compartilhados em 2016 nas redes sociais por diversos artistas plásticos em defesa da democracia brasileira. Doados ao Centro Cultural São Paulo, eles compõem a mostra ao lado de outros cartazes que fazem parte do acervo do CCSP, como exemplares da coleção doada pela Comissão Justiça e Paz, entidade fundada em 1972 por iniciativa de Dom Paulo Evaristo Arns, em defesa dos direitos humanos frente ao terrorismo de Estado instaurado no país com o golpe civil-militar de 1964.

terça a domingo, das 9h às 21h - livre - Sala da DACE
grátis - sem necessidade de retirada de ingressos

seta subir

 

Folhetaria aberta

de 17/3 a 15/12
A Folhetaria do CCSP está aberta para o público que deseja desenvolver seus projetos artísticos. No espaço é possível desenvolver trabalhos de serigrafia, xilogravura, monotipias.
equipe: Adriane Bertini, Caio Righi, Isabella Finholdt, Rodrigo Taguchi e Solange Azevedo

terças, das 14h às 21h; quintas, das 14h às 17h - 180min - livre - Folhetaria (é necessário preenchimento de uma breve ficha de interesse)
grátis - atividade sem necessidade de inscrição nem retirada de ingressos

seta topo

veja também Quer se apresentar no CCSP e nos equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo? Clique aqui para saber como enviar sua proposta

ícone facebook
ícone twitter
ícone enciar e-mail
ícone imagens
ícone audio
ícone webrádio
ícone vídeo
destaque
ícone saiba mais
ícone veja também
ícone aviso
ícone obs
audiodescricao
libras
ícone download
endereço eletrônico
ícone inscrições abertas
sem necessidade de inscrição
ícone inscrições encerradas
selecionados
facebook
twitter
boletim
imagens
áudio
lab.rádio
vídeo
destaque
saiba mais
veja também
aviso
obs
audiodescrição
libras
download
www ou email
oficinas
abertas
oficinas com inscrição
inscrições
encerradas
selecionados
 

Divisão de Informação e Comunicação
Direção Márcio Yonamine

Conteúdo online
Álvaro Olintho, Danilo Satou, Juliene Codognotto, Márcia Dutra, Vinícius Máximo e Sabrina Haick

Imagens - Núcleo de Fotografia do CCSP
Edição de imagens: Sossô Parma
Fotógrafos: João Mussolin, João Silva e Sossô Parma

Materiais impressos
Projeto gráfico: Adriane Bertini ,Solange Azevedo e Yeda Gonçalves
Edição de textos: Camile Rodrigues Aragão Costa, Danilo Satou e Emi Sakai
Revisão: Paulo Vinicio de Brito

Layout e manutenção
Web design: Edmarcio da Silva

LabRádio
Coordenação: Marta Fonterrada
Produção: Álvaro Souza e Rita Lorenzato
Coordenação técnica: Eduardo Neves

LabVídeo
Coordenação: Chicão Santos
Captação de imagens: Camila Kinker , Celso Toquetti, Felipe Moica, Fernando Ferric e José Amador Martins
Edição de vídeo: Chicão Santos, Camila Kinker e Felipe Moica