CCSP WEB

  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Carlos Rennó
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Livros em braille do acervo da Biblioteca Louis Braille - Foto: Carlos Rennó
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma
  • Centro Cultural 
		São Paulo Centro Cultural São Paulo Biblioteca Louis Braille - Foto: Sossô Parma

Biblioteca Louis Braille

Planejada e equipada para atender os usuários com deficiência visual, reúne 6.159 títulos, entre livros em braille e audiolivros, além de computadores com programas específicos para a acessibilidade dos usuários. O acervo inclui obras didáticas e paradidáticas para alunos do ensino fundamental, médio e universitário, literatura infanto-juvenil, obras de ficção, com clássicos da literatura brasileira e portuguesa e periódicos falados.

Os empréstimos são feitos para os inscritos na Biblioteca ou por meio de parceria com os Correios, que envia o material solicitado para qualquer cidade do Brasil. Para isso, é necessário que o deficiente visual seja cadastrado na Biblioteca e resida fora da cidade de São Paulo. A solicitação deve ser feita por telefone ou carta. A Louis Braille também atua como editora, produzindo livros em braille e audiolivros.

A Biblioteca Braille (nomeada Biblioteca Louis Braille desde 2008) foi idealizada por Dorina Nowill e viabilizada, em 1947, por Lenyra Fraccarolli, que na época era diretora da Biblioteca Infantil (atual Biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato). No início, destinava-se especialmente ao público infantil, possibilitando, pela primeira vez no país, o acesso de crianças cegas a uma biblioteca. Com o sucesso da iniciativa e a demanda crescente, as atividades de transcrição aumentaram e se diversificaram, passando a incluir obras literárias e didáticas. Em 1986, a Braille foi transferida para o Centro Cultural São Paulo, principalmente porque a nova localização garantiria mais acessibilidade aos usuários. Além da leitura, a Biblioteca oferecia às crianças diversas atividades de integração e vivência artísticas, como teatro, dança e música. A partir de 2003, a Braille passou a oferecer também acesso à Internet por meio do projeto Abrindo os olhos, que, em parceria com a IBM, disponibilizou 17 computadores adaptados.

 

Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 19h; sábados, das 10h às 18h. (A entrada é permitida até 30 minutos antes do fechamento)

telefone 3397-4088 email  bibliotecabraille@prefeitura.sp.gov.br

 

veja também  Depoimentos da idealizadora da Bibliteca Louis Braille, Dorina Nowill, no espaço virtual dedicado aos 30 anos do CCSP

 

 

ícone facebook
ícone twitter
ícone enciar e-mail
ícone imagens
ícone audio
ícone webrádio
ícone vídeo
destaque
ícone saiba mais
ícone veja também
ícone aviso
ícone obs
audiodescricao
libras
ícone download
endereço eletrônico
ícone inscrições abertas
sem necessidade de inscrição
ícone inscrições encerradas
selecionados
facebook
twitter
boletim
imagens
áudio
lab.rádio
vídeo
destaque
saiba mais
veja também
aviso
obs
audiodescrição
libras
download
www ou email
oficinas
abertas
oficinas com inscrição
inscrições
encerradas
selecionados
 

Divisão de Informação e Comunicação - Direção
Márcio Yonamine

Coordenação do Site
Marcia Dutra

Conteúdo online
Márcia Dutra, Juliene Codognotto, Vinícius Máximo, Sabrina Haick

Imagens - Núcleo de Fotografia do CCSP
Edição de imagens: Sossô Parma
Fotógrafos: Sossô Parma e João Mussolin

Materiais impressos
Projeto gráfico: Adriane Bertini e Solange Azevedo
Edição de textos: Camile Rodrigues Aragão Costa
Revisão: Paulo Vinicio de Brito

Layout e manutenção
Web design: Edmarcio da Silva
Estagiário: Mel Schultz Videira

LabRádio
Coordenação: Ângela Volcov
Produção: Rita Lorenzato
Coordenação técnica: Eduardo Neves
Estagiária: Camila Matos

LabVídeo
Coordenação e edição de vídeo: Alessandro Santos Nascimento
Captação de imagens: Celso Toquetti, José Amador Martins e Laís Cristina Franco Gomes
Estagiária: Sofia Zocch